A preparação para o vestibular é um período árduo que requer muito tempo de estudo e foco. Normalmente as matérias de Ciências da Natureza e suas Tecnologias são as que os alunos mais sentem dificuldade.

Pensando nisso, na matéria de hoje separamos algumas informações sobre cadeias carbônicas. Esse assunto costuma ser bastante cobrado, e por isso pode ser considerado um fator determinante para obter a sua aprovação no vestibular. Então, vamos aprender mais sobre esse assunto? Confira o post e saiba mais!

O que são átomos de cadeia de carbono? 

Os átomos de carbono possuem como principal característica a sua união, formando estruturas chamadas de cadeias carbônicas. Essa propriedade de agrupação é responsável pela existência de distintas estruturas de cadeias carbônicas, ou melhor, de diferentes compostos orgânicos.

Esses átomos são tetravalentes e por isso podem realizar até quatro ligações de cadeia de carbono consideradas covalentes, podendo ser classificadas como simples, duplas ou triplas. Essas ligações podem ocorrer com carbonos e também outros elementos. 

Por isso, as cadeias carbônicas podem apresentar diferentes átomos, não só os de carbono. Essas cadeias podem ter N, O, P e S que ficam localizados entre átomos de carbono na estrutura. Nesses casos, as cadeias são consideradas heteroátomos.

Os halogênios e o hidrogênio também podem fazer parte da estrutura dos compostos orgânicos. No entanto eles são monovalentes, de modo a não compor a cadeia carbônica.

A representação das estruturas das cadeias carbônicas é feita de forma simples. Normalmente são usados os bastões, indicando a ligação entre átomos. Essas ligações podem ser formadas de quatro formas:

  • Duas ligações duplas;
  • Uma ligação simples e uma ligação tripla;
  • Duas ligações simples e uma ligação dupla;
  • Quatro ligações simples.

O que são cadeias carbônicas?

As cadeias carbônicas são conjuntos de átomos de carbono – e, muitas vezes, de também outros átomos – que formam a molécula dos compostos orgânicos. Essas cadeias podem ter um grande número de átomos e também conter heteroátomos, podendo ser o fósforo, o enxofre, o nitrogênio ou o oxigênio. 

Esses outros elementos podem estar presentes nas extremidades da cadeia, de modo a se agrupar com os átomos de carbono.

As principais classificações das cadeias carbônicas são:

  • Fechamento da cadeia, ou cadeia aberta;
  • Estruturação dos átomos dentro da cadeia;
  • Tipos de ligações presentes entre os átomos;
  • Tipos de átomos, levando em consideração a presença ou a falta de heteroátomos, que são os elementos não formados por carbono ou hidrogênio.

Classificação das cadeias carbônicas

São diversas as formas de classificação das cadeias carbônicas. Quanto à disposição do átomo pode-se ter:

  • Cadeia aberta, acíclica ou alifática: cadeia que não possui ciclos e composta por duas extremidades;
  • Cadeia cíclica ou fechada: cadeia que apresenta ciclos e não possui extremidades.

Essas cadeias, chamadas de cíclicas ou fechadas, possui duas vertentes: as cadeias aromáticas e não aromáticas. São elas:

  • Cadeias aromáticas: possui no mínimo um anel aromático. Esse anel possui ligações duplas alternadas que podem ser ramificadas. Essas cadeias aromáticas podem ser subdivididas em mononucleares, quando se tem apenas um núcleo e polinucleares, quando se tem mais de um núcleo. As polinucleares, por sua vez, podem ser isoladas ou condensadas. As isoladas não compartilham átomos e as isoladas compartilham átomos;
  • Cadeias não aromáticas: tem cadeia fechada mas não possui ligações duplas alternadas;
  • Cadeia normal ou linear: possui duas extremidades, sem nenhuma ramificação;
  • Cadeia ramificada: possuem pelo menos três extremidades, afinal possuem diversas ramificações. 

As cadeias também podem ser definidas a partir da ligação entre átomos de carbono. São elas:

  • Cadeia saturada: não possui estrutura e apresenta ligações simples;
  • Cadeia insaturada: possui no mínimo uma ligação dupla ou tripla e apresenta estrutura. 

Além disso, as cadeias de carbono são divididas a partir da natureza dos átomos que compõem a cadeia. Como:

  • Cadeia homogênea: apresenta só um átomo de carbono na extremidade da estrutura;
  • Cadeia heterogênea: possui heteroátomos.

Existem também as cadeias mistas, que conseguem ser abertas e fechadas ao mesmo tempo por conta das suas ramificações.

Classificação do carbono na cadeia

Dentro das estruturas, os carbonos também podem apresentar classificações de acordo com os seus posicionamentos nas cadeias.

  • Carbono primário: são os átomos que ficam localizados na extremidade da cadeia e se agrupam apenas com um outro átomo;
  • Carbono secundário: são os carbonos que se agrupam com outros dois átomos de carbono na estrutura da cadeia;
  • Carbono terciário: são os carbonos que se agrupam com três outros átomos de carbono na estrutura da cadeia;
  • Carbono quaternário: são os carbonos que se agrupam com quatro outros átomos de carbono na estrutura da cadeia.

Cadeias carbônicas no Enem

As cadeias carbônicas são assuntos bastante retratados no Enem, e por isso diversas questões de química costumam apresentar abordagens relacionadas a esse assunto.

 O ideal é que você tire as suas dúvidas com professores, converse com colegas, forme grupos de estudos e faça resumos para conseguir aprender esse assunto de forma profunda e obter uma boa pontuação na área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

É importante também que você acompanhe os nossos resumos, pois sempre postamos dicas e observações no blog a fim de te ajudar nesse processo longo e árduo, mas que possui grandes oportunidades e também enormes conquistas.

Além disso, recomendamos que tenha calma e foco ao resolver as questões na hora da prova, pois isso pode ajudar bastante no momento da resolução das questões. Beba bastante água e se alimente com comidas que possam melhorar a sua concentração. Foque somente na resolução das questões e tente deixar de lado o nervosismo!

E não esqueça: esse é um momento importante para a sua vida, que pode mudar todo o rumo da sua trajetória.

E aí, gostou do nosso post de hoje? Para saber mais informações sobre o Enem, continue acompanhando o blog. Isso porque daremos ainda mais dicas para te ajudar a conseguir a aprovação no vestibular e a vaga na Universidade dos seus sonhos.

Após a aprovação é só curtir bastante e obter tudo aquilo que almeja, se tornando um excelente profissional no mercado! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui