Sabemos que a estrutura da redação do Enem é composta por posicionamentos críticos, e o vestibulando precisa desenvolver argumentações e discussões sobre os assuntos a fim de tirar uma boa nota. 

Por isso, quando o aluno se embasa em citações de grandes pesquisadores, expõe uma opinião crítica, envolve o leitor e usa de forma efetiva as regras gramaticais, sem dúvidas a nota dele será alta, de forma a conseguir obter uma vaga nas faculdades mais concorridas do país.

Mas, nem sempre é fácil desenvolver argumentações e discussões acerca de um tema novo, não é mesmo? Para te ajudar a expor a sua opinião e discutir sobre determinado assunto, na matéria de hoje daremos algumas dicas de estratégia para conseguir uma nota 1000 na redação. Então, vamos lá?

Não sabe oque é redação nota mil? o que é redação nota mil do Enem veja aqui

Argumentação por exemplificação

Os exemplos são elementos que podem proporcionar uma boa argumentação para o texto. Por isso, usá-los é uma excelente opção para escrever a sua opinião e complementá-la com acontecimentos do dia a dia ou um evento histórico. 

Isso porque os exemplos são formas de defender a sua argumentação e comprovar um ponto de vista. Sem falar que a estratégia de argumentação por exemplificação é bastante acessível, e você pode usá-la a partir de notícias vistas em jornais ou até mesmo em sites.

Mas, cuidado: se você for usar notícias como exemplos, cuidado com as Fake News, pois essas podem diminuir a qualidade do seu trabalho, e consequentemente a sua nota. Tente inserir informações atualizadas e verídicas, que foram lidas em sites de confiança.

Com o uso dos exemplos, a sua argumentação ficará completa, e o corretor da prova levará em consideração o seu posicionamento. Você pode fazer a sua exemplificação de três formas:

Fatos divulgados na mídia

É possível inserir fatos que foram divulgados em sites, programas de TV e plataformas digitais na sua redação. Nesses casos, o ideal é sempre escrever o exemplo no texto, e logo depois expressar a sua opinião, relacionando-a com o fato divulgado na mídia, de modo a proporcionar força para defender o seu posicionamento.

Para conseguir utilizar o elemento de exemplificação, é necessário que o vestibulando fique sempre atento aos noticiários do dia a dia, e leia livros de atualidade. Pois isso é importante para conseguir tirar uma boa nota na área de Ciências Humanas e suas Tecnologias e conseguir uma excelente nota na redação. 

Dados estatísticos

A ideia de inserir dados estatísticos no texto revela uma autoridade sua em dominar um tema. Além disso, as estatísticas podem ser usadas para comprovar o seu posicionamento escrito no texto. 

Você pode informar, por exemplo, que o Brasil é um país no qual falta investimento em educação relatando que esse possui mais de 11 milhões de pessoas analfabetas e também que o país se encontra entre os piores países do mundo no ranking de matemática. 

É válido salientar que esses dados podem te ajudar bastante a desenvolver um texto, e demonstrar que o seu argumento é válido a partir de números estatísticos. Tudo isso pode te ajudar a tirar uma boa nota na redação do Enem

Situação fictícia 

Você também pode dar um exemplo de situação fictícia, que seja próxima da realidade, para dar exemplos no seu texto. Nesse momento, fuja das Fake News! O ideal é exemplificar com ocorrências comuns do dia a dia. 

Por exemplo, muitas pesquisas afirmam que o Estado do Rio de Janeiro é um local perigoso. Então, você pode dar um exemplo através de um acontecimento de violência no estado, que não necessariamente tenha ocorrido da mesma forma exemplificada no texto. O ideal é fazer uma forte relação com a realidade, e não fugir dos acontecimentos do dia a dia. 

Você também pode desenvolver uma história a partir da situação de seca no sertão nordestino, ou até mesmo relatar casos de lgbtfobia, que é uma ocorrência comum no Brasil, por mais que atualmente existam leis de apoio às minorias. 

Argumentação por autoridade

A argumentação por autoridade consiste em usar citações de pessoas respeitadas. Por exemplo, se você falar sobre filosofia, que tal reescrever pensamentos de Aristóteles ou Platão? 

Se você argumentar sobre física mecânica, que tal utilizar citações de Albert Einstein? E, se você quiser falar sobre a legislação brasileira, que tal copiar alguns parágrafos da constituição brasileira?

Esse é um método excelente para utilizar palavras de autoridades no assunto para embasar o seu texto. Lembre-se: essas autoridades podem ser do ramo político, da filosofia, da história, das artes, da medicina, ou de qualquer outro setor.

Muitos vestibulandos gostam de citar Bauman para falar sobre a sociedade líquida atual, por exemplo. Ou falar de Hegel para discutir sobre a estrutura do Estado. 

Essa ideia de apresentar e interpretar a visão de outros autores proporciona sustentação para os seus posicionamentos e credibilidade para a redação do Enem

Portanto, não deixe de utilizar reflexões (por meio de citações ou paráfrases) de autores especializados e consagrados para fundamentar os seus argumentos, e assim tornar o seu texto mais rico. 

Argumentação por alusão histórica

Comprovar a sua argumentação por meio de fatos históricos é uma excelente forma de dar fundamento ao seu posicionamento e credibilidade à sua redação do Enem. 

Isso porque a comparação entre o passado e o presente demonstra que você é uma pessoa crítica e que conhece o passado do seu país e do mundo. Além disso, as reflexões críticas a partir de acontecimentos históricos são extremamente válidas, e o corretor do vestibular irá levá-las em consideração.

Você pode falar, por exemplo, dos casos de racismo no Brasil, levando em consideração que a Lei Áurea foi assinada tardiamente, e que após a assinatura, a população afrodescendente não teve oportunidades para reintegrar-se na sociedade. E, por isso, essa se encontra marginalizada até os dias atuais por diversos motivos. 

E aí, gostou das nossas dicas de hoje? Para saber mais dicas sobre redação do Enem, continue acompanhando o blog, pois daremos mais informações acerca de diversos assuntos que fazem parte do vestibular. 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui