Falar sobre meio ambiente, políticas ambientais e a utilização dos recursos naturais, são assuntos que rendem muitas discussões, dúvidas e debates políticos intensos.

Saiba neste artigo como funcionam as políticas ambientais no Brasil, e o que estudar sobre esse assunto em provas como o Enem!

1-O que são políticas ambientais?

2-Como elas funcionam no Brasil?

3-Políticas ambientais: como são abordadas no Enem

4-Meio ambiente e sustentabilidade

O que são políticas ambientais?

Entende-se por políticas ambientais, o conjunto de normas, leis e ações públicas que visam à preservação do meio ambiente em um território. 

Nunca houve tanta preocupação com o meio ambiente como nos dias de hoje, pois com o crescimento da mídia e da tecnologia, todas as informações chegam aos cidadãos rapidamente, sejam boas ou más.

Não basta ser adepto à preservação das políticas ambientais. É preciso agir de acordo com cada uma delas, implantando-as nas empresas e indústrias, na sociedade, e em nosso dia a dia.

Como elas funcionam no Brasil?

As práticas de políticas ambientais no Brasil, tiveram início na década de 1930. 

As primeiras ações voltadas para esse assunto foram a criação de parques nacionais, geralmente em lugares onde a expansão agrícola estava em alta.

Podemos destacar a criação do Parque Nacional de Itatiaia (divisa de Minas Gerais com o Rio de Janeiro), o Parque de Iguaçu (divisa do Paraná e a Argentina) e da Serra dos Órgãos (localizado no Rio de Janeiro).

Em 1934 foi criado o primeiro Código Florestal Brasileiro com o fim de começar a preservar o meio ambiente, e os seus limites como um todo.

Em 1950 o Brasil estava em expansão industrial para atrair as empresas estrangeiras, e impulsionar o crescimento do país, levando à estagnação das políticas ambientais no país. 

Em 1960, algumas ações começaram a ser realizadas, como o Novo Código Florestal Brasileiro que estabeleceu algumas políticas de criação das APPs (Áreas de Proteção Permanente), bem como a responsabilização dos produtores rurais sob as reservas florestais em seus terrenos.

No ano de 1972 foi realizada a Conferência de Estocolmo, para que as ações ambientalistas fossem retomadas novamente. O Brasil então se viu obrigado a adaptar-se novamente a essas políticas.

Então em 1973 e 1980, a Secretaria Especial de Meio Ambiente foi criada com o fim de preservar o meio ambiente e os recursos naturais do país, juntamente com:

– Sistema Nacional de Meio Ambiente (SISNAMA);

– Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA);

– Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA);

Foi em 1988 quando a Constituição Federal foi promulgada que o Brasil alcançou os maiores avanços na área ambiental, já que a mesma assegurava uma das maiores leis ambientais do mundo.

Nela, as obrigações de preservar o meio ambiente foram inseridas tanto para os cidadãos, como as empresas, indústrias, instituições de todos os portes, e até mesmo do próprio governo.

No ano de 2010, a elaboração de um Novo Código Florestal causou polêmica entre os ambientalistas: as APPs seriam reduzidas, e os crimes ambientais praticados por latifundiários seriam praticamente esquecidos.

Políticas ambientais: como são abordadas no Enem?

Sabemos o quanto as questões ambientais causam polêmicas em diversos países, inclusive no Brasil. Em provas como o Enem, a abordagem do assunto não é difícil de ser identificada.

No caderno de provas de Geografia, Biologia ou História por exemplo, é fácil encontrar questões sobre poluição do solo, das águas, da atmosfera, dos problemas causados com a superpopulação, o mau uso dos recursos naturais, o excesso de lixo, a falta de água potável e entre outras.

A intenção é fazer com que os participantes pensem e analisem sobre o assunto, escolhendo as melhores respostas para cada pergunta no Exame Nacional do Ensino Médio, chamando a atenção para a conscientização.

Meio ambiente e sustentabilidade 

O meio ambiente e a sustentabilidade andam juntos. Não tem como falar de meio ambiente, sem mencionar a otimização e a preservação desses recursos (sustentabilidade).

Existem os chamados pilares da sustentabilidade, como por exemplo: o ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e tecnicamente aplicável.

Essas palavras são usadas para demonstrar a importância sobre o assunto, e engajar corretamente o conteúdo em sites, notícias e livros que falam sobre o meio ambiente.

Uma empresa, indústria ou marca que produz sem se preocupar com o meio ambiente, queima o seu filme diante do público, do governo, e se torna inimiga da preservação ambiental.

Nos dias de hoje, basta publicar um pequeno vídeo que mostra uma empresa ou instituição poluindo o meio ambiente, maltratando animais, ou descartando lixo em lugares indevidos, que as imagens correrão a internet em poucos segundos, gerando uma leva de indignações.

Resumão para o Enem: focando nos principais pontos 

– Não existe vida na Terra se ela não for preservada;

– As políticas ambientais existem para preservação do meio ambiente, juntamente com a sustentabilidade;

– O Brasil possui diversos órgãos que lutam pela preservação do meio ambiente, principalmente da Amazônia;

– O Governo de cada país precisa se atentar para o meio ambiente, juntamente com o crescimento e desenvolvimento econômico do espaço;

Empresários, donos de grandes corporações, instituições e os próprios cidadãos precisam se conscientizar sobre o meio ambiente;

– As consequências do desmatamento, da poluição e do mau uso dos recursos naturais, habitam principalmente as grandes cidades e metrópoles;

Nas provas do Enem o assunto meio ambiente é retratado de forma contextualizada, ou seja, é preciso entender o assunto para responder à pergunta.

Por esse motivo, não adianta tentar decorar algum conceito, fórmula ou conteúdo estudado. 

O participante deve compreender, estudar os principais problemas causados pela negligência ambiental do homem e trazer para a realidade da avaliação.

Muitos temas sobre meio ambiente foram usados nas redações do Enem, e muitas delas conseguiram atingir a nota máxima de 1.000 pontos. 

Por isso, não deixe de reler os materiais de estudo, fazer resumos, treinar a escrita na redação, e principalmente de estar a par das atualidades brasileiras retratadas nos noticiários.

Bons estudos e boa prova para você!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui