Se você vai participar das provas do Exame Nacional do Ensino Médio deste ano, sabe o quanto é preciso se preparar, estudar e ficar por dentro das atualidades a fim de alcançar boas notas nas disciplinas.

Uma das partes mais importantes da prova é a redação, onde serão analisadas a escrita do estudante, a coerência, a gramática do contexto geral, e se está de acordo com o tema proposto.

Qual é a estrutura de uma redação do Enem?

Pode parecer fácil, mas escrever uma redação digna de 1.000 pontos no Enem, é uma grande responsabilidade, principalmente aqueles estudantes que nunca fizeram a prova.

A redação do Enem precisa seguir uma estrutura específica:

  1. Ser fiel ao tema proposto;
  2. Apresentar argumentos plausíveis e de cunho formal;
  3. Boa escrita, parágrafos bem estruturados e consistentes;
  4. Opiniões e argumentos que não firam os direitos humanos;
  5. Seguir a estrutura de: ter uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão do tema;

– Na introdução o estudante deve apresentar o tema proposto, e quais os possíveis argumentos a serem inseridos no texto;

– No desenvolvimento é preciso discorrer sobre os argumentos propostos, bem como apresentar uma linguagem clara e objetiva. Cada parágrafo deve conter um argumento.

– Na conclusão uma solução para o problema apontado no tema, deve enfim ser escrita.

A forma de redação do Enem é a dissertativa argumentativa, ou seja, deve apresentar uma escrita íntegra, mas sem exagerar nos detalhes, tomando o cuidado com a inserção de opiniões pessoais.  

O que não escrever na redação do Enem

 

  • Não use linguagem que seja direcionada ao leitor, como por exemplo: Você pode mudar o mundo, veja como! 
  • Jamais use ditados populares ou linguagens coloquiais em sua redação;
  • Cuidado com o tamanho da letra na hora de escrever, para não ultrapassar a linha ou mesmo faltar espaço para concluir;
  • Cuidado com a generalização: Todos os motoristas são imprudentes no trânsito (pois existem excelentes motoristas no trânsito);
  • Esqueça o uso das gírias: a escrita deve ser formal e sem erros de Português;
  • Não escreva as palavras abreviadas em sua redação, como por exemplo: vc ao invés de você, tbm (também), etc;
  • Não escreva piadas, trechos que remetam a deboches, opiniões pessoais ou de cunho religioso;
  • Por fim, evite o famoso encher linguiça na redação, que é ficar enrolando nas frases, nunca chegando ao ponto até acabarem as linhas da folha.

 

O participante do Enem deve ter em mente que: a redação é quase 50% do seu resultado final. É com ela que os examinadores darão a nota mínima ou máxima, comprometendo o futuro do estudante. 

Se o sonho dele é ingressar em uma boa universidade, deve-se correr contra o tempo e montar um plano de estudos eficaz até o dia da prova do Enem. 

Milhares de faculdades e universidades no Brasil aceitam as notas do Enem como forma de vestibular, por isso quanto maior elas forem, mais rápido o indivíduo garantirá a sua vaga na instituição de ensino que deseja se formar!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui