Existem alguns assuntos que possuem uma grande probabilidade de cair no Enem, e o tema sobre Revoluções Industriais é um deles. Isso porque essa matéria é de grande importância para a história do Brasil e do mundo, e provocou diversas mudanças na sociedade.

Nem sempre é fácil estudar sobre Revoluções Industriais, afinal esse assunto é complexo e demanda muito conhecimento e tempo de estudo. Mas nada como um resumão para te ajudar nesse período de pré-vestibular, não é mesmo?

Na matéria de hoje falaremos sobre o período das Revoluções Industriais e te ajudaremos a entender esse assunto e a tirar uma boa nota no Enem. Então, confira o post e saiba mais!

O que é necessário estudar para o Enem?

É necessário salientar que você, vestibulando, precisa ter não somente um acúmulo de informações sobre o período da Revolução Industrial, mas também um pensamento criterioso acerca desse assunto.

Isso porque o Enem costuma abordar as questões de forma discursiva e avaliar o senso crítico do candidato. Por isso nem sempre ter um amplo conhecimento sobre o assunto é suficiente para acertar a questão.

Para fazer uma boa prova, é preciso que você tenha um conhecimento crítico sobre estes assuntos do período da Revolução Industrial:

  • Pioneirismo britânico na Revolução Industrial;
  • Transformações sociais, econômicas e urbanas que ocorrem por conta da Revolução Industrial;
  • Introdução do estilo industrial moderno;
  • Características que marcaram o período da Revolução Industrial;
  • Inovações tecnológicas que ocorreram na Revolução;
  • Características da sociedade industrial; 
  • Movimento dos trabalhadores para os grandes centros urbanos;
  • Problemas sociais e péssimas condições de vida da população;
  • Acúmulo de capitais gerados pelo crescimento da indústria;
  • Revolução no mundo do trabalho; 
  • Características da classe trabalhadora (movimentos, revoluções, revoltas e condição de vida);
  • Desenvolvimento do meio marítimo para as transações comerciais.

Sabendo todos esses tópicos citados anteriormente é possível conseguir acertar boa parte, se não todas, as questões do Enem sobre Ciências Humanas e Tecnologias, no que diz respeito à Revolução Industrial. 

Agora é o momento de aprofundar esses tópicos! Vamos dar uma lida no resumão sobre Revoluções Industriais?

Revoluções industriais: resumão

No século XVIII ocorreu uma profunda transformação no modo de produção e dos aspectos sociais, econômicos e políticos do mundo. Tudo isso foi decorrente de um grande acontecimento: a Revolução Industrial.

Esse movimento mudou o rumo da história da humanidade e consistiu na evolução da tecnologia no meio industrial. A principal novidade da época foi o desenvolvimento da máquina à vapor que transformou o modo de funcionamento das fábricas. 

Portanto, a Revolução Industrial foi um dos principais acontecimentos que já ocorreram na história da humanidade. 

Surgimento da revolução industrial na Inglaterra

A Revolução Industrial surgiu na Inglaterra por vários motivos. Primeiro porque o país tinha uma grande força militar e um amplo conhecimento acerca dos meios marítimos para realizar comércio com outros países.

Além disso, a Inglaterra tinha bastante dinheiro, que foi adquirido através da exploração do ouro e de escravos nos países americanos. 

Além de toda a riqueza e conhecimento, a Inglaterra tinha uma boa política interna, o que ajudava ainda mais o país a torna-se poderoso. 

O nascimento do mundo industrial

A falta de trabalho no campo, que ocorreu por conta da apropriação dos terrenos agrícolas por um pequeno número de latifundiários, e o desenvolvimento das indústrias nos centros urbanos fizeram boa parte da população ir em busca de emprego e de melhores condições de vida na cidade. 

Inicialmente, a Revolução Industrial se destacou na produção de tecidos, com máquinas de fiação e teares industriais. O que mais chamava a atenção dos grandes empreendedores da época é que apenas uma única máquina fazia o mesmo trabalho de 10 funcionários, de modo a diminuir os custos das indústrias.

Por conta disso, a produção industrial da Inglaterra cresceu de forma surpreendente, tornando o país ainda mais rico e forte economicamente. 

Formação do império britânico

A partir do desenvolvimento das Revoluções Industriais ocorreu a fortificação do império britânico, principalmente por conta do crescimento da inovação e da tecnologia, como o domínio da energia nuclear, da elétrica e dos motores de combustão.

O domínio do poder e do conhecimento fez os países britânicos se tornarem potências mundiais, de modo a formar um grande império e a gerar muito dinheiro para essas regiões. Por isso, os grandes historiadores afirmam que após a Revolução Industrial houve a formação do império britânico. 

Posicionamento da classe trabalhadora

É válido salientar que a Revolução Industrial proporcionou muitas vantagens para os países, mas nem todo mundo se beneficiou com esse movimento. Principalmente a classe trabalhadora vivia de forma miserável: ganhava pouco, trabalhava muito e vivia em péssimas condições, o que gerava muita revolta.

Por meio dos sindicatos, das greves e das manifestações a classe trabalhadora ganhou voz e poder. Por isso, eles conseguiram obter grande parte dos seus direitos e mudar todo o curso da história desse período. 

Mesmo após terem passado séculos, atualmente ainda existem problemas relacionados ao modo de trabalho do homem, quando grandes empresários tornam os trabalhadores quase “escravos” e os exploram, dando em troca apenas uma pequena quantia em dinheiro, que muitas vezes não é o suficiente para sustentar a sua família.

Então, percebeu que a Revolução Industrial proporcionou benefícios apenas para uma pequena parcela da população que era detentora de grandes riquezas? Pois é, a classe trabalhadora continuou trabalhando duro para ganhar pouco, e não colher bons frutos.

Agora, voltemos as questões do Enem: é provável que o vestibular queira que o candidato seja ainda mais crítico em relação a esse período. Por isso é importante que você tenha em mente que a época da Revolução Industrial provocou uma grande exploração da população pobre que tinha como único meio de sobrevivência o salário ganho pelo trabalho nas grandes indústrias.

E aí, vestibulando? Gostou da nossa matéria sobre Revoluções Industriais? Fiquem ligados no nosso site, pois postaremos ainda mais artigos sobre outros temas ligados à Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Não tenha dúvidas de que, após ler os nossos posts, você conseguirá entender de forma mais profunda os temas de história, e assim irá obter a sua aprovação. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui