A redação no Enem é uma parte extremamente importante da prova. 

É o momento de avaliar a escrita do participante, bem como as soluções para um determinado problema (tem proposto).

A violência urbana, é um assunto recorrente e atual em vários exames e provas como o Enem. Veja como discorrer esse tema tão importante e aumentar as suas notas! 

  • Como escrever uma boa redação no Enem
  • Como são calculadas as notas na redação 
  • Violência Urbana como tema 
  • Estrutura da redação dissertativa-argumentativa
  • Possíveis soluções para o problema da violência urbana
  • Disciplinas cobradas no Enem 
  • Apresentando argumentos 
  • Mentalizando o sucesso
  • Para refletir

Como escrever uma boa redação no Enem 

No Enem, a redação deve ser bem escrita, elaborada e conforme os padrões cultos da Língua Portuguesa

Como escrever uma boa redação no exame? Seja sobre violência urbana, direitos humanos, política ou meio ambiente, o mais importante é seguir alguns passos:

– Atenha-se ao tema da prova

A redação do Enem é baseada em um tema específico. Esse é o primeiro princípio que não deve ser quebrado. Escrever um texto fora do assunto-base, representa menos da metade da nota nesse quesito.

– Norma culta da Língua Portuguesa (dissertação-argumentativa)

A linguagem não deve ser coloquial, ou seja, aquela que usamos no dia a dia. Daí a importância de um bom vocabulário, eloquência das palavras e coerência em todas as frases.

– Elabore os argumentos de seu texto

Digamos que o tema da redação é violência urbana. Os textos apresentados na prova são inseridos para ajudar o estudante a criar um material totalmente novo. 

Mas, os argumentos devem ser construídos pelo participante. Utilize a folha de rascunho para esboçar a sua redação.

– Revise o que você escreveu

Depois de criar o seu texto, é hora de revisar minuciosamente. Verifique se há erros ortográficos e de coerência.

Agora, é hora de passar o seu texto a limpo na folha de redação do Enem. 

Como são calculadas as notas na redação 

É preciso saber escrever bem uma redação para atingir a pontuação máxima. 

Como mencionamos acima, ater-se ao tema proposto já é um grande passo em direção às notas altas na redação do Enem.

Os critérios de avaliação da redação são:

– Demonstrar domínio da norma padrão da língua portuguesa;

– Entender a proposta da avaliação e aplicar os conceitos das áreas de conhecimento;

– Construir um texto dissertativo-argumentativo;

– Saber selecionar, relacionar, organizar, interpretar e transmitir os fatos, opiniões e argumentos;

– Elaborar uma resolução ao problema abordado;

Cada um dos examinadores poderá dar uma nota entre 0 (zero) a 200 (duzentos) pontos em cada uma das competências, incluindo a redação.

A nota final do participante é o resultado entre a média aritmética e as notas totais dos examinadores. 

Violência Urbana como tema

Por ser um problema generalizado no Brasil, todas as grandes capitais do país precisam lidar diariamente com o problema da violência urbana.

Milhares de pessoas são vítimas desse mal todos os dias, independente da classe social, grau de escolaridade ou posição profissional.

É por esse motivo que os vestibulares, concursos e as provas do Enem abordam esse tema recorrente e atual como a violência urbana em suas pautas. 

Infelizmente ela faz parte das maiores violações penais no Brasil. É um crime contra pessoas, por meio de assaltos, sequestros, assassinatos, furtos e crimes contra patrimônio.

A violência urbana interfere na qualidade de vida dos cidadãos, trazendo medo, insegurança e falta de liberdade. 

– Crianças e adolescentes sofrem com um futuro incerto, uma vida em meio ao caos.

Estrutura da redação dissertativa-argumentativa

Na introdução o primeiro parágrafo é o responsável por familiarizar o leitor sobre o assunto que será discorrido, por meio da apresentação da tese (o problema).

No desenvolvimento os fatos e argumentos devem ser apresentados e sustentados ao longo do texto, a fim de defender um ponto de vista.

Aqui é preciso argumentar, criticar, questionar, refletir e justificar a tese que foi levantada no início. A ordem dos argumentos apresentados deve ser sempre de forma cronológica, assertiva e clara.

Na conclusão (o último parágrafo do texto) deve ser abordado o fechamento das ideias, dando uma leve pincelada no tema e na tese proposta.

Aqui o participante deve inserir a sua proposta de intervenção (solução para os problemas). 

Quanto mais o estudante chegar preparado no dia da prova, maiores serão as chances de tirar a nota mil na redação e nas demais disciplinas! 

– Aposte na leitura de bons livros, obras literárias, textos que abordem os temas atuais;

– Crie os seus próprios textos, pratique a sua escrita;

– Acompanhe os noticiários nacionais e internacionais, com o fim de se atualizar para o Enem;

– Ouça materiais em áudio que te ensinem a argumentar todos os assuntos, bem como aqueles que te motivem a estudar todos os dias.

Até o dia da prova do Enem é possível se preparar ainda mais, esforçar-se mais um pouco e garantir o sucesso!

Possíveis soluções para o problema da violência urbana

Por se tratar de um assunto complexo, amplo, e que envolvem outras pessoas (Governo, autoridades locais), a tarefa de encontrar possíveis soluções para esse problema não é fácil.

– Uma das primeiras ações seria o Governo Federal tomar medidas enérgicas contra os problemas já existentes da Violência Urbana.

– Os moradores denunciarem todo tipo de violência, agressão e assédio às autoridades locais;

– Conscientização da população sobre a gravidade da situação;

– Por outro lado, os investimentos em segurança pública, boa remuneração dos profissionais (Policiais, Delegados, Agentes) e maior preparação nesta área, aumentariam e muito as boas condições da vida em sociedade.

Disciplinas cobradas no Enem 

No Enem são cobradas as seguintes disciplinas:

– Matemática e suas tecnologias;

– Ciências da Natureza – Biologia, Química, Física;

– Ciências Humanas – História, Geografia, Sociologia, Filosofia;

– Artes, Literatura, Códigos, Linguagens, Educação Física, Língua Portuguesa;

– Inglês ou Espanhol;

– Redação;  

Apresentando argumentos

Como dissemos anteriormente, o tema de redação violência urbana é muito comum no Enem, justamente por ser atual. 

Infelizmente esse cenário está presente todos os dias nas grandes e médias cidades, assombrando a todos os cidadãos.

Dentro desse tema, o participante do Enem deve se posicionar e apresentar possíveis soluções para esse problema.

O nome técnico desse tipo de texto é proposta de intervenção, ou seja, o estudante deve desenvolver uma redação que traga argumentos plausíveis sobre a resolução do problema de violência urbana.

– Mostre qual é a relação entre o crescimento desordenado das cidades, e a violência urbana.

– As áreas de periferia por sua vez, tornam-se menos providas dos recursos nas cidades, e ficam à mercê de uma vida difícil e penosa.

– O poder público não consegue acompanhar essa demanda negativa crescente a cada dia, e acaba por tornar-se omisso e tardio em resolver o problema.

– Pouco investimento em educação, segurança pública, propostas mais enérgicas no combate à violência urbana.

– Toda a economia do país é afetada, e consequentemente os lucros de empresas de turismo tendem a cair por medo da violência. 

– A crescente industrialização nas grandes cidades;

– Deficiência na distribuição geográfica (migrações);

– Falta de planejamento familiar e natalidade;

– Diversas mutações tecnológicas;

– Decadência em série dos fatores morais, sociais e econômicos;

– Desvalorização da família;

– Baixa renda, má distribuição dos recursos;

– Desemprego crescente;

– Infraestrutura deficiente: educação, saúde, saneamento básico, moradia;

– Endividamento da população, falta de instrução e educação financeira;

– Má administração governamental de todos os recursos;

Mentalizando o sucesso

Todos os participantes do Enem desejam tirar as melhores notas, alcançando assim a pontuação máxima de 1.000 pontos na redação.

Por isso, para atingir o sucesso é preciso mentalizá-lo todos os dias. Apesar do tema violência urbana não ser nada motivador, devemos tentar pensar nele como uma chave para a solução dos problemas.

Um pouco de empatia, gentileza e pensamentos de violência urbana sociedade podem mudar a vida de muitas pessoas ao nosso redor, em nossa família, entre amigos e conhecidos.

A só cresceu tanto assim porque os governantes resolveram não fazer nada a respeito, e as leis favorecem apenas os que têm muito dinheiro.

O sucesso na prova, na redação ou em qualquer avaliação pode ser alcançado estudando, e empenhando-se bastante, mas o nosso maior legado será sempre com o outro ser humano.

Para refletir

Dia após dia vemos os noticiários se deleitando com as notícias ruins no Brasil e no mundo.

Muitos especialistas em Sociologia, política, Ciências Humanas e de Direitos Humanos dão a sua opinião sobre os casos de violência urbana no país. 

Mas a solução não é assim tão simples, pois como mencionado anteriormente, depende de vários fatores, afinal a violência não se instalou do dia para a noite.

A população fica sem saber como agir, como se posicionar, e todos – sem exceção – sempre têm uma opinião formada sobre o assunto. 

Leis são quebradas todos os dias, pessoas morrem à míngua sem conseguirem se defender, e os causadores de tanto caos continuam por aí impunes, aterrorizando outras centenas de pessoas.

A esperança está nas mãos de quem? De um novo governo, dos jovens – considerados futuros do país – ou daqueles que deveriam proteger as pessoas – os policiais e autoridades.

Em provas como o Enem, a grande sacada ao elaborar uma redação sobre violência urbana, é surpreender os examinadores com as respostas, argumentos e demais opiniões sobre o assunto, já que eles habitarão o futuro.

Dicas para se sair bem no Enem! 

– Estabeleça uma rotina com horário de acordar e de dormir;

– Alimente-se corretamente;

– Faça pausas estratégicas entre os estudos;

– Foque em uma matéria de cada vez;

– Faça simulados, exercícios e provas anteriores;

– Escreva resumos de tudo o que for aprendendo;

– Treine a escrita na redação;

– Leia muito;

– Pratique exercícios físicos e hidrate-se corretamente;

– Controle o tempo gasto em cada questão do simulado;

– Saiba exatamente o que será cobrado nas disciplinas do Enem;

– Leia o edital e atente-se às regras do exame;

– Treine a interpretação de texto;

– Estude por disciplinas, empenhando-se sempre em cada uma delas;

– Anote as dúvidas que porventura surgirem no meio do caminho e tire-as com seus professores; 

– Chegue cedo no dia da prova, evite atrasos!

Agora, seguindo às nossas dicas exclusivas não tem como não se sair bem no Enem! 

As provas acontecerão nos dias 03 e 10 de novembro deste ano.

Mais de cinco milhões de participantes aguardam ansiosos para esse dia chegar!

Os resultados oficiais são divulgados em janeiro do ano seguinte, e os participantes deverão conferi-los em sua página individual no Inep. 

Já se decidiu sobre qual curso deseja fazer? Veja quais deles estão em alta:

– Tecnologia da Informação;

– Analista e Cientista de Dados;

– Desenvolvedor de Softwares e aplicativos;

– Especialista em E-commerce;

– Especialista em redes sociais;

– Atendimento ao cliente;

– Vendas e marketing;

– Treinamento e desenvolvimento;

– Desenvolvimento organizacional;

– Especialista em inteligência artificial;

– Especialistas em Big Data;

– Engenheiros robóticos;

– Designers de experiência de usuários e interação com robôs;

– Medicina, Odontologia, Fisioterapia, Enfermagem;

– Psicologia, Psiquiatria;

– Economia, Ciências Contábeis, Administração, Gestão Financeira;

– Marketing de conteúdo;

– Digital Influencers;

– Serviço Social, Recursos Humanos, Relações Internacionais, Gestão Comercial;

– Comércio Exterior, Engenharia da Computação, Biotecnologia, Engenharia de Bioprocessos, Química em Ênfase;

– Consultoria, Auditoria, Finanças, Planejamento Estratégico, Direito Previdenciário;

– Analista de SEO, de conteúdo, Gerente de performance, Gestor de inovação, Gestor de marketing para E-commerce, Gestão Hospitalar;

– Logística, Engenharia de Transporte, Engenharia Ferroviária, Agronomia, Engenharia Agronômica, Agroindústria, Agroecologia;

E aí, se interessou por uma dessas profissões? Muitas delas são relativamente novas no mercado, devido ao crescimento e expansão da tecnologia.

Procure saber na cidade onde você mora, ou mesmo online se esses cursos estão disponíveis e garanta o seu futuro! 

Muitos jovens têm descoberto o seu talento nessas profissões novas no mercado, justamente por serem tão atrativas, diferentes e voltadas para computadores e redes sociais.

A remuneração de uma dessas novas profissões pode ser bem atraente, motivando milhares de profissionais.   

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui